Digite sua palavra-chave

Normas Artigos

Normas para Publicação de Artigos

Para o envio de um artigo para o Portal InterFISIO, o profissional deverá seguir as seguintes instruções, de acordo com as normas descritas abaixo:

• O artigo recebido será avaliado pela comissão InterFISIO, que retornará com a aprovação/situação para o autor em até 90 dias (noventa dias). O artigo aprovado será publicado e o(s) autor(es) receberá em sua residência o certificado de publicação.
• Os artigos podem ser originais, de divulgação, revisões e/ou de estudos de caso.
• Os artigos devem ser submetidos em português, redigidos em espaçamento 1,5 e com as margens definidas em: esquerda e superior de 3cm; direita e inferior de 2cm.
• Os artigos não poderão ultrapassar 20 (vinte) páginas, incluindo referências, figuras e tabelas, utilizando fonte Times New Roman ou Arial, em corpo 12.

Formato

Título do artigo e identificação do autor

A identificação deve conter os seguintes dados:
a) Título do artigo (em português) em letras maiúsculas;
b) Autores: nome e sobrenome do(s) autor(es) em letras maiúsculas, com titulação;
c) E-mail e endereço para contato;
d) Palavras-chave: lista de termos de indexação ou palavras-chave (mínimo de três).

Resumo

Exposição concisa, que tenha de 100 a 250 palavras, em um único parágrafo digitado de espaçamento 1,5. O resumo deve ser apresentado em formato estruturado, incluindo os seguintes itens (separadamente): Introdução, Objetivos, Método, Resultados e Conclusões (nos trabalhos de revisão de Literatura, as conclusões são chamadas de ?Considerações Finais?). obs.: notas de rodapé e abreviações não devem ser usadas no resumo.

Introdução

Informar o tema/objeto investigado e conter os objetivos da investigação, suas relações com outros trabalhos da área e os motivos que levaram o(s) autor(es) a realizar a pesquisa. A caracterização do problema da pesquisa, as hipóteses, a justificativa e os objetivos pretendidos. Para citações diretas e indiretas, consultar a NBR 10520/2002. As notas de rodapé do texto, se imprescindíveis, devem ser numeradas consecutivamente, em sobrescrito, no manuscrito e escritas na mesma folha.

Materiais e Métodos

Descrever o conteúdo do trabalho de modo a ser inteiramente compreendido por outros pesquisadores. Incluir todas as informações necessárias, ou fazer referências a artigos publicados em outras revistas científicas (fundamentação teórica), para permitir a réplica dos dados coletados. Recomenda-se fortemente que estudos de intervenção apresentem um grupo controle e, quando possível, amostras aleatórias.

Resultados

Apresentar os resultados de forma breve, concisa e conclusiva. Tabelas, figuras e anexos podem ser incluídos, quando necessários, para garantir uma melhor e mais efetiva compreensão dos dados.

Discussões

O objetivo da discussão é interpretar os resultados e relacioná-los aos conhecimentos já existentes e disponíveis, principalmente àqueles que foram indicados na introdução do trabalho. As informações previamente fornecidas no texto, como Introdução, Materiais e Métodos, e Resultados, podem ser citadas nas discussões, mas não devem ser repetidas detalhadamente.

Conclusões ou Considerações Finais

Devem responder aos objetivos e propor sugestões para novos estudos.

Anexos/Apêndices

Compreende-se como anexos, todo material produzido por outros autores, e como apêndice, todo material produzido pelo próprio autor da pesquisa. Todos os anexos e apêndices devem apresentar indicação alfabética e devem ser citados no texto.

• modelo de materiais utilizados para a coleta de dados na forma de entrevista ou questionário;
• protocolos de avaliação;
• termos de consentimento livre e esclarecidos;
• outros termos que, porventura, sejam utilizados na pesquisa.

Referências

O número mínimo recomendado é de 30 (trinta), preferencialmente de artigos de periódicos e recentes (últimos cinco anos). Devem ser organizadas em ordem alfabética (considerando o sobrenome do autor) e seguir as regras da ABNT (NBR 6023/2002).

Concluindo, a sequência do trabalho deverá obedecer à seguinte ordem: Introdução, Materiais e Métodos, Resultados, Discussões, Conclusões, Referências e Anexos/ Apêndices. Figuras e Tabelas devem ser inseridas no texto, como figura, e com a seguinte formatação:

• Centralizados na página;
• A fonte da letra na tabela deve ser no mínimo corpo 12 (caso não haja espaço, a tabela deverá ser dividida em duas ou mais);
• A fonte dos dados deve ser indicada, alinhando o texto descritivo com a margem esquerda da Tabela/Gráfico;
• Exemplo:

 

Tabela 1 – Título da tabela 1
Cabeçalho
Cabeçalho 2
Coluna 1 Coluna 2
Fonte: xxxxx

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES

Unidades: Utilizar o Sistema Internacional (SI) de unidades métricas para medidas e abreviações das unidades.

Artigos de Revisão Sistemática e Metanálises: Incluir uma seção que descreva os métodos empregados para localizar, selecionar, obter, classificar e sintetizar as informações.

Estudos de Caso: Devem estar restritos às condições de saúde ou aos métodos e procedimentos incomuns, sobre os quais o desenvolvimento de um artigo científico seja impraticável. Desta forma, os relatos de casos clínicos não precisam necessariamente seguir a estrutura canônica dos artigos científicos, mas devem apresentar um delineamento metodológico que permita a reprodução das intervenções ou procedimentos relatados (recomenda-se muito cuidado ao propor generalizações de resultados a partir desses estudos). Desenhos experimentais de caso único serão tratados como artigos científicos e devem seguir as normas estabelecidas.

Conflitos de interesse: Não é recomendável a utilização de nomes comerciais de equipamentos e drogas (marcas registradas). Quando sua utilização for imperativa, os nomes dos produtos e de seus fabricantes deverão vir entre parênteses, após o nome genérico do tipo de equipamento ou da droga utilizada.

Considerações Éticas e Legais: Evite o uso de iniciais, nomes ou números de registros dos participantes. O participante do estudo não poderá ser identificado em fotografias, exceto com consentimento expresso, por escrito, acompanhando o trabalho original. As tabelas e/ou figuras publicadas em outras revistas ou livros devem conter as respectivas referências, assim como o consentimento, também por escrito, do autor ou editores.

Estudos realizados em humanos devem estar de acordo com os padrões éticos e com o devido consentimento livre e esclarecido dos participantes (reporte-se à Resolução 196/96, do Conselho Nacional de Saúde, que trata do Código de Ética para Pesquisa em Seres Humanos).

Para estas pesquisas, deve-se incluir o número do Parecer da aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa, devidamente registrado no Conselho Nacional de Saúde do Hospital ou Universidade, ou do mais próximo da localização de sua região.

Para os experimentos em animais, considere as diretrizes internacionais (ex.: Committee for Research and Ethical Issues of the International Association for the Study of Pain, publicada em PAIN, 16: 109-110, 1983). É recomendável que estudos relatando resultados eletromiográficos sigam os “Standards for Reporting EMG Data”, recomendados pela ISEK.

Envie o seu Artigo