Digite sua palavra-chave

post

Escala de nível de paralisia cerebral

Escala de nível de paralisia cerebral

Em 1998 chegou as minhas mãos uma escala classificatória de paralisia cerebral considerada inovadora e que objetivava quantificar a coordenação motora para auxiliar pais e profissionais a se comunicar com os indivíduos acometidos por esta patologia. Esta nova escala enfatiza as habilidades funcionais ao invés das limitações, independente da qualidade da performance. Por ter uma abordagem diferenciada, achei interessante repassar esta escala e, inclusive, abrir para discussão sobre os pontos que são importantes para serem avaliados e, posteriormente, como são classificados estes indivíduos. Esta escala foi desenvolvida pelo Clinica de pesquisa neurocomportamental da McMaster University, em Ontário, Estados Unidos

Nível 1
A criança nesta categoria é capaz de sentar (inclusive sozinha no chão), manipular objetos com as mãos antes dos 18 meses. Esta mesma criança consegue deambular independentemente aos 2 anos de vida. Aos 4 anos ela pode se levantar do chão sem assistência e aos 6 anos pode subir escada. Aos 12 anos, ela pode deambular sem assistência em qualquer tipo de superfície e tem melhores habilidades motoras. Essas crianças podem correr e pular com certo equilíbrio e coordenação.

Nível 2
Uma criança classificada no nível 2 é capaz de manter-se sentado no chão mas necessita das mãos para manter o equilíbrio. Seu engatinhar é com a barriga e segura nos móveis para ficar de pé antes de 2 anos. Aos 4 anos, a criança ainda necessita uma ou duas mãos para se equilibrar quando sentado no chão e, assim, as mãos não ficam livres para manipular os objetos. Engatinhar é acompanhado de um padrão recíproco e deambulação deve ser realizada com algum tipo de aparelho para auxiliá-la, mas ela é capaz de se segurar para ficar de pé. Ela se desenvolve até a idade dos 12 anos ainda necessitando de algum aparelho para deambular por longas distâncias. Podem subir escadas se apoiando no corrimão mas não conseguem correr ou pular. Após os 12 serão capazes de deambular sem algum tipo de aparelho mas em planos inclinados ou superfícies irregulares terão muita dificuldade.

Nível 3
Possuem controle de cabeça mas não de tronco para sentar até os 2 anos. Nesta idade são capazes de rolar livremente. Aos 4anos podem sentar no chão mas necessitam das duas mãos para manter o equilíbrio, o que prejudica suas habilidades manuais. Eles necessitam de aparelhos adaptativos para colocá-los sentados e em pé. No sexto ano podem sentar independentemente numa cadeira mas ainda necessitam de algo para estabilizar o tronco e, assim, ter maiores funções para as mãos. Deambulação é acompanhada de aparelhos tutores e supervisão de algum adulto principalmente em chãos irregulares.

Nível 4
Antes do segundo ano de vida, essas crianças terão limitado controle de movimento voluntário. São incapazes de controlar o tronco e a cabeça contra a gravidade. Necessitam de ajuda de adulto até para rolar. Aos 12 anos, não são capazes de sentar livremente, ficar de pé ou andar. Algumas conseguem ficar de pé com o uso de aparelhos tutores porém dificilmente deambulam.



Conteúdo Relacionado

Sem comentários

Adicione seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá! Seja bem-vindo(a). Se tiver alguma dúvida, me procure. Estou a disposição para te ajudar.
Powered by