Digite sua palavra-chave

post

Bebê prematura é salva por saco plástico de sanduíche

Bebê prematura é salva por saco plástico de sanduíche

Rhiannon Shades, 29 anos, estava grávida de 24 semanas quando entrou em trabalho de parto. Aterrorizada com a chegada da pequena Emily, três meses antes do previsto, a mãe deu à luz naturalmente em um hospital, em Cambridge, no Reino Unido. A menina acabou sendo salva por um pequeno saco plástico de sanduíche.

“Ela foi colocada dentro de um saco plástico pelas enfermeiras para se manter aquecida, já que sua pele era tão fina que ela não poderia estabilizar a própria temperatura”, contou a mãe ao Express. Essa foi a maneira encontrada para manter Emily segura, já que a menina nasceu com apenas 560 gramas.

“Eu não conseguia compreender quão pequena ela era até pegá-la nos meus braços e perceber a seriedade da situação”, disse Rhiannon. Para sobreviver, Emily passou por oito transfusões de sangue. Além disso, teve de enfrentar uma infecçao de estômago quando estava com 36 semanas, o que fez com que seu quadro regredisse um pouco.

Emily era tão pequena que ao ser colocada ao lado de um urso de pelúcia comprado para ela por sua irmã mais velha, dava para notar que ambos eram quase do mesmo tamanho. Seus pais decidiram começar um blog para informar a família e os amigos sobre o estado da menina, mas logo o espaço se tornou um local onde outros casais passando pela mesma situação podiam buscar apoio. Depois de três meses e meio de internação e muitas mensagens positivas, a menina recebeu alta e foi para casa pesando 2,5 quilos.

 

Fonte: Revista Crescer



Conteúdo Relacionado

Sem comentários

Adicione seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá! Seja bem-vindo(a). Se tiver alguma dúvida, me procure. Estou a disposição para te ajudar.
Powered by