Digite sua palavra-chave

post

Audiência debate PL que estabelece obrigatoriedade de oferta de fisioterapia para pacientes idosos

Audiência debate PL que estabelece obrigatoriedade de oferta de fisioterapia para pacientes idosos

Dois  Projetos de Lei (PL 373/2016 e PL 374/2016), de autoria do vereador paulistano Ari Friedenbach (PHS-SP) querem tornar obrigatória a oferta de assistência de Fisioterapia em estabelecimentos públicos e privados de saúde que prestem serviços de atenção, guarda, repouso, cuidados ou internação para a população idosa na capital paulista.

Em sua justificativa para apresentação do Projeto de Lei, o vereador defende que “para quem já passou dos 60 anos, o trabalho de um fisioterapeuta ajudará na adequação do mobiliário, a lidar com as dificuldades motoras, respiratórias e até quedas recorrentes. O resultado dessa atuação é a melhora significativa da qualidade de vida e redução de custos”.

Audiência pública debateu o tema

A Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa realizou, no dia 18 de novembro, audiência pública para discutir os Projetos de Lei.  As propostas foram defendidas pelos participantes da audiência pública. A Conselheira do Crefito-3, Drª  Renata Rocha defendeu na audiência pública os benefícios da atividade para idosos. “A maioria dos pacientes que atendo é da terceira idade e percebo a melhora da qualidade de vida para eles, porque eles deixam de sentir dor, com isso procuraram menos o médico e os gastos com saúde pública são menores”, argumentou.

Dr. Elias Ferreira Porto, diretor-tesoureiro do Crefito-3, também se posicionou favorável aos Projetos de Lei. “Ambos são de suma importância e esperamos que sejam aprovados pelos vereadores  sancionado pelo prefeito,  para beneficiar milhões de pessoas”.

Até 2060, País terá 60 milhões de idosos

O Brasil, atualmente, tem cerca de 15 milhões de pessoas com mais de 65 anos. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), até 2060 a população nessa faixa etária deve quadruplicar.

O vereador Ari Friedenbach sinalizou para a importância dessas medidas. “Vou me empenhar para que essas propostas sejam aprovadas e para que o prefeito olhe com atenção para esses projetos. Estamos falando de qualidade de vida e redução de custos para o poder público. Ao fazer fisioterapia, evita-se que o idoso seja internado e isso mostra o quanto é fundamental esse tipo de atendimento nas unidades públicas e privadas”, disse.

Fonte: CREFITO



Conteúdo Relacionado

Sem comentários

Adicione seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
Olá! Seja bem-vindo(a). Se tiver alguma dúvida, me procure. Estou a disposição para te ajudar.